terça-feira, 30 de novembro de 2010

LEVANDO A VOVÓ PRA "CONHECER" A DUDA...

Final de semana passado minha mãe esteve aqui. Estava morrendo de saudades dela e resolvi fazer uma surpresinha... Tinha que marcar meu ultrassom entre sábado e terça, então, resolvi marcar sábado, para que ela pudesse conhecer a netinha. Rs.

Antes de sairmos de casa, dissemos pra ela que íamos almoçar com uma amiga nossa que querias muito conhecê-la. Quando chegamos na porta do Fleury, falei pra ela: " Essa minha amiga que quer ter conhecer, chama-se Duda" kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Adorei a carinha dela de felicidade! Aliás, ela estava uma vovó muito coruja! Trouxe cada coisa linda pra Duda... depois vou por as fotos!

Quando a médica começou o ultrassom lá estava ela, de pernão aberto, sentada, mexendo que nem uma doida ( ou seria como a mãe?! kkkkkkkkkkkkkkkkkkk). A médica disse que ela está meio preguiçosa, mas que ainda tem um tempinho pra ela encaixar...

Já estou batendo altos papos com ela, porque não quero cesárea! rs Fico cantando pra ela: " Vira vira vira" kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Foi um "parto" pra conseguir fazer uma foto 4D do rostinho dela, mas depois de muito custo, a médica conseguiu! Disse que ela tem uma cara de "enfezadinha".Rs. Pois essa cara ela não puxou de mim não né Fabinho?! rsrsrsrsrsrsrsrsrs

A foto ficou tão legal... Dá pra ver o bocão de coração, a mãozinha, o nariz... Nossa, que curiosidade de ver minha pituquinha ao vivo e a cores!!!!

Perfil da Dudinha

E a boca de coração?! rs E a cara de brava?! kkkkkkkk

TRACK & FIELD: QUE VONTADE DE CORRER!!!

Domingo foi a última etapa do circuito da Track. Eu estava inscrita desde o mês passado, mas, como vocês sabem, pendurei as chuteiras - ou melhor, os tênis - semana passada. Vou confessar que me deu uma coceirinha pra correr, mas estou consciente que não dá mais. Rs.

Como o Fabio ia correr, fui com ele só pra fazer aquela social - rsrsrsrs. Decidi ir até de chinelo, pra não chegar lá e fazer uma besteira. Rs. Essa "falta" da corrida, da endorfina, da explosão dos treinos, está me deixando EXTREMAMENTE irritada. Sei que estou completamente fora do meu normal, tipo "mulheres a beira de um ataque de nervos". A natação não me traz o mesmo prazer da corrida. Definitivamente, contar ladrilhos já foi meu negócio, mas hoje, acaba me deixando mais irritada. Caminhar nem pensar! Meu treinador, o Rodrigo, me disse pra não parar, pra tentar caminhar, mas juro que não dá!

Na quinta fui tentar caminhar no parque Severo Gomes, e, como disse um amigo meu, fui fazendo que nem cachorro em passeio: parando em todas as assesssorias pra cumprimentar o povo, bater papo, ou seja, meu "treino de caminhada", virou um blablabla só! Rs.

Voltando a Track, encontrei muita gente que não via há muito tempo, ganhei um presente lindo da Claudinha, encontrei meu "parceeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeero" Colucci, conversei bastante, tirei várias fotos dos amigos que estavam correndo, masssss, no fim, quando fui tirar as fotos da chegada, quase surtei ( rsrsrsrss) vendo o povo chegar naquela adrenalina.

Essas duas últimas semanas, tenho que tirar o chapéu pro Fábio: da choradeira a irritação em 5 minutos e ele firme e forte aguentando - rs. Acho que é porque ele sabe que isso é só uma fase - pelo menos é o que dizem rsrsrsrs- e que já está quase acabando.

Acho que pra segurar a ansiedade, a irritação, vou ter que me contentar mesmo com a natação e com a musculação que ainda estou podendo fazer. E ah! os florais, que tem dado uma segurada boa...

Fora isso, é contar com um pouquinho mais de paciência do Fabio (rsrsrs) ,que o tempo passe rápido e que São Pedro não mande muito calor....

Com o Flavio! Adoro!!!

Caraca! Olha que barrigão! rs

Parceeeeero e Wal!

Love!

Energia maravilhosa!

Superação!

Fabinho e Andrea na chegada!
E de quebra, saí na reportagem da midia sport - rsrsrsrsrssrsrs ( http://www.midiasport.com.br/noticiasDetalhes.php?cd=4452)

28/11/2010 - Circuito Track Field Shopping Villa Lobos SP




A 3ª e última etapa do Circuito Track&Field Run Series 2010, aconteceu neste Domingo (28) no Shopping Villa Lobos em São Paulo.



Cerca de 2 mil corredores largaram às 7h30 no estacionamento do Shopping e percorreram os 10K, pela Marginal Pinheiros e proximidades. O dia amanheceu nublado, mas o sol logo apareceu e brilhou durante toda a prova.



Muito atrativos foram oferecidos aos corredores na arena da prova como, massagem, sorteio de 1 bicicleta, café da manhã e outros mimos.



A corredora Thaís Richter é da equipe Run&Fun, e pratica a modalidade há 4 anos, começou a correr pela qualidade de vida e incentivada pelo pai. “Gosto de correr na Track&Field Villa Lobos, pois o percurso é praticamente todo plano e venho para fazer tempo”, relata Thaís que também corre meia maratona e 25K. Outro ponto positivo da organização e estrutura da prova citado por ela, foi comodidade, com estacionamento gratuito e a utilização dos banheiros do Shopping.



E o engenheiro Daniel Bertolucci de 33 anos, participou pela primeira vez da prova: “corro há 1 ano e meio e me interessei em participar da TF Villa Lobos, pois o percurso é quase todo plano e meu objetivo foi baixar tempo. Não bati meu recorde hoje, mas valeu à pena. Fechei os 10K com 46 minutos. “ Relata o corredor que iniciou a prática em busca de qualidade de vida.



Além dos corredores, muitos familiares, amigos e até cachorros acordaram cedo neste domingão para acompanhar a prova e torcer.



A corredora e autora do Blog www.runningmammy.blogspot.com , Deborah de Amorim Viana, que treina com a assessoria Good Running, já está na corrida desde 2003, quando decidiu entrar para uma assessoria com o intuito de praticar algum esporte e fazer novas amizades.



Ela está grávida de 8 meses à espera da menina Duda, e só parou com os treinos e corridas há 1 semana. Ela ganhou apenas 6Kg com a gestação até agora e disse que a corrida foi essencial durante esta fase da vida.



“Hoje só vim pra assistir meu marido e meus amigos, vim até de chinelo para não correr o risco de sair correndo!” Brincou Deborah.



Ela destaca ainda: “Adoro correr na TF Villa Lobos, pois o percurso é ótimo para fazer tempo e a prova não é muito cheia, facilitando ainda mais meu desempenho.”



Saiba quem foram os vencedores:



Masculino:



1º Adriano Pacheco da Cruz – 32’21”



2º Caio Rocha – 32’40”



3º Odair Costa - 32’48”



Feminino:



1º Maria Cristina Vaquero Rodrigues -39’41”



2º Michele Maxcilene Valdomiro – 39’49”



3º Vilma da Silva – 40’10”

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

PESADELOS...

Quando eu era criança e tinha um pesadelo,minha mãe sempre me dizia que eu tinha que contar, que por pra fora, para poder "sair" dele.

Pois bem, pela terceira vez consecutiva, tenho o mesmo pesadelo, exatamente do mesmo jeitinho, mas sempre quando acordo - claro, aos prantos - e o Fabio me pergunta o que foi, eu prefiro não contar em detalhes,pra não ficar pensando sobre ele.

Mas há duas noites atrás foi tão real,que ele me saculejou, me chamou e eu nada de acordar. Quando despertei, estava morrendo de chorar, sem ar, um horror. Não conseguia parar de chorar, porque toda vez que lembrava, vinha aquela coisa ruim.

Então,resolvi seguir o sábio conselho da mamis e contar em detalhes pro Fabio o que tinha sido o sonho.

Eu sonhei que estava  na sala de parto, que quem estava comigo lá era minha mãe e pela janelinha, eu via meus sogros e o Fabio. De repente, meio que de fora, eu via uma movimentação dos médicos, enfermeiras, olhava pro lado e via uma cara de susto do Fabio e depois não via mais nada.

Quando me dava conta, estava fora do meu corpo (tipo nos filmes mesmo), olhando tudo o que estava acontecendo. Via a Duda, via minha mãe chorando, os médicos com as mãos na cabeça. Depois, conseguia ver o Fabio e meus sogros, conversando com o meu médico, todo mundo chorando,e só então eu me dava conta que tinha morrido no parto.

"Como assim???Morri?" - eu pensava. E chorava. E queria abraçar minha filha, queria abraçar o Fabio, minha mãe, e ninguém me ouvia! No sonho, queria que aquilo tudo fosse um "pesadelo", mas quanto mais eu me esforçava pros outros me ouvirem, mais eu tinha certeza que não estava ,mais lá...

Aff!! Acordei sem ar!!! E só de pensar nesse sonho, aqui estou eu com os olhos cheios de lágrimas de novo!

Tomara que, tendo seguido a "receita" de contar o pesadelo , ele saia da minha cabeça!!!

domingo, 21 de novembro de 2010

HOJE FOI O DIA DE PENDURAR AS CHUTEIRAS...


Bom, depois daquele fatídico episódio no Ibira, fui ao meu médico porque estava muito preocupada. A idéia de continuar correndo durante a gravidez, era até quando não me fizesse mal, ou à Duda.

Fui à consulta, ele me examinou,auscultou o coração da minha pequena, e, para minha tristeza, me disse uma coisa que eu definitivamente NÃO queria ouvir: "Clinicamente Deborah, não tem nada que te impeça correr. A nenên está ótima, bpm normais, quantidade de líquido normal. O que pode ter acontecido é,durante a corrida, ela ter virado ( encaixado) e por isto estar te incomodando tanto. Além disso, sua musculatura abdominal não se rompeu, por isso também essa dor como se fosse uma "distensão" que você sente. Continuar ou não correndo, é uma decisão sua. Se não está te dando mais prazer, se está te incomodando, não faça. Mas você decide. Não tenho motivos médicos para te proibir".

Pronto. Era tudo o que eu não queria ouvir! Preferia que ele tivesse me dito: "Agora está bom, para de correr porque não dá mais".

Mesmo assim ,resolvi parar. Ponderei vários fatores, prós, contras, como ela deve se sentir tão apertadinha e eu saculejando a coitada o tempo todo, o incômodo que está me trazendo,enfim... tem que saber a hora de parar. Acho que fui até onde meu organismo deu sinais de que eu poderia ir. Faltam 2 meses para a Duda nascer, então, vamos pular pra natação, ou pra hidro, já que a caminhada não dá.Pra mim pelo menos. Entediante demais! Rs.

Hoje, teve a prova da Samsung. O Fabio ia correr, eu ganhei a inscrição, e, como a prova tinha a opção de 4,3km ou 10km, resolvi fazer os 4,3km, just for fun, e pra me despedir, porque corridas agora, só depois que ela nascer!

Foi ótimo, encontrei várias pessoas queridas,alto-astral, que eu não via há tempos, cumpri minha missão e TEMPORARIAMENTE, pendurei as chuteiras. Ou melhor: os tênis.
Com Vicent Sobrinho e esposa e a Paulinha Coghi
6 kg e foi tudo pro rosto! kkkkkkkkkkkkkkk

No Espaço Mulher


sexta-feira, 19 de novembro de 2010

MAIS UMA!

Quando o Cassio Politi me ligou pra fazer essa entrevista, eu adorei! Quando resolvi fazer o blog, foi não só no intuito de fazer um mini diário, mas também uma forma de compartilhar as dificuldades, angústias, felicidades da gravidez aliada aos treinos. Hoje, tem sido também uma forma de " extravazar", porque, vamos combinar: tem coisas que só quem já ficou grávida entende! Rs.

E ficou uma beleza! Aí está:


quinta-feira, 18 de novembro de 2010

DIA RUIM OU É HORA DE PARAR?!


Ontem , como já estou trabalhando em horários bem alternativos, fui fazer meu treino no Ibira a tarde.

Quando cheguei era mais ou menos 16h, troquei de roupa e me preparei para começar. Meu treino era tranquilo - como tem sido nos últimos meses- mas antes mesmo do início, estava sentindo minhas pernas um pouco pesadas ( com certeza por causa do inchaço), e um pouco de desconforto - que não era dor - na parte baixa da barriga. Além disso, na natação, há 2 dias atrás, acho que por causa do "frouxidão" dos ligamentos, depois de 50m de peito, comecei a sentir um pouco de dor no ligamento da virilha.

Mesmo assim, resolvi colocar meu eletrônico no Ipod e começar. Desde que engravidei, o início da corrida tem sido um pouco mais "penoso", porque demora um pouco pra perna "soltar".

Os primeiros 2 km foram bem difíceis, estava a pace de 6'30". Apesar de SABER que não tenho que me preocupar com isso agora, foi uma queda muito brusca de sábado na USP para ontem. Tentei relaxar, soltar um pouco mais a perna e veio, no km 3 a vontade de fazer xixi. OK. Parei, fui ao banheiro e continuei.

A perna continuou muito pesada, os bpm não estavam elevados, mas eu estava me sentindo bem cansada. Comecei a pensar se não era pela hora, por já estar trabalhando desde as 8, sentada o dia todo curvada sobre a barriga. Depois, comecei a matutar, que, como tinha resolvido experimentar um outro tênis, poderia ser por isso.

Mas aí, resolvi por todas as desculpas de lado, e tentar enxergar com clareza, se agora já não é a hora de parar. A barriga já está grandinha ( não do tamanho de uma barriga "convencional" de 29 semanas), pesada, e, apesar de ter passado com meu médico, ter feito US, estar tudo ótimo, ele ter me liberado para continuar, a corrida, que sempre foi um prazer pra mim, está se tornando um sacrifício... Ou, pelo menos ontem, foi esta sensação que eu tive...

Apesar de todo o cansaço, fiz os 9 km planejados. Cheguei em casa pensando em tudo isso... Será que foi só um dia ruim - como já tive vários quando não estava grávida- ou será que é hora de parar?

Tinha visto no Youtube no domingo, um vídeo da Paula Radcliffe, nas Olimpíadas de Athenas, que, para mim, foi o maior exemplo de quando uma pessoa reconhece seus limites e sabe até onde deve ir...

Será que estou enxergando com clareza meus limites ou será que estou "mascarando" porque não quero parar?!


video

terça-feira, 16 de novembro de 2010

O NEGOCIO AQUI É PARCERIA!! RSRSRSRS

Recebemos um e-mail da querida Yara Achôa, pois ela ia fazer uma matéria para a Contra Relógio (http://revistacontrarelogio.com.br/), uma revista de corrida, sobre os companheiros de corredores. Ela queria entrevistar oFábio, ele topou na hora e a reportagem saiu este mês na revista. Ficou show demais, apesar do Fabinho ter "queimado" um pouco meu filme no final, dizendo que eu mandei ele calar a boca! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Aqui vai o meu direito de resposta: Eu estava em segundo lugar, na descida da Castelhanos (corredor que já fez este trecho sabe o que é rs) e, confesso, descida não é nem nunca foi meu forte. Sempre tive medo de cair, tropeçar, sei lá. Pois bem: na descida, depois de ter subido 12km, eu estava em segundo, e vem uma menina no maior gás. Aí, ele começou: " meu amorzinho, vai! vai! Vai que ela vai te passar!!" So que, ele repetiu isso umas 200 vezes até a menina me passar! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk daí me irritei, e "pedi", não com muita gentileza, que ele parasse de falar.

Ele parou e ficou me acompanhando. Uns 10 minutos depois, falei: " Caramba Fabio! Você não vai falar nada?" kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Tadinho! como é que entende uma mulher dessas?! rsrsrsrsrsrsrsrsrs

A verdade é que, desde o começo do nosso namoro, o Fabio sempre foi muito parceiro em tudo, mas no que se referia à corrida principalmente. E isso, era uma coisa que, depois do meu relacionamento anterior, eu não abriria mais mão. Imaginem que, ele odeeeeeia correr longas distâncias, mas no comecinho do namoro, fez uma meia maratona pra me acompanhar! Rs.

Com a gravidez, ele foi mais parceiro ainda, porque, no começo, quando eu ainda estava, digamos que, assimilando a idéia de não correr mais para tempo, ele corria comigo, num pace muito mais lento do que ele está acostumado, para me fazer companhia e me controlar. Rs.

Eu acho que o parceiro/namorado/marido, não precisa correr necessariamente. Mas deve se fazer presente nos eventos, tirar fotos, conhecer os amigos da corrida. Isso também é parceria!

Tenho certeza que depois que a Maria Eduarda nascer, isso que temos vai se solidificar ainda mais, porque aí sim, vamos ter que ser companheiros, revezar horários de treinos, pra dar atenção pra nossa pituquinha!

Fabinho, I love u!

domingo, 7 de novembro de 2010

SÁBADO AGITADO!


Como foi agitado esse sábado! Eu, particularmente, achei que não fosse aguentar. Todo mundo que me conhece sabe, que a balada "vive" em mim! Rs. Desde que engravidei, não tínhamos mais saído pra uma balada "forte", porque, definivamente, não é muito fácil aguentar taaantas horas em pé, dançando, pulando, grávida,né?! Rs.

Mas, este final-de-semana, tinha a primeira edição do Ultra Music Festival, com os melhores DJ´s do mundo,e, melhor de tudo: ganhamos os camarotes de uma amiga do Fabio. Não tinha como não ir. A princípio, fiquei receosa, por causa da barriga (que todo mundo fala que não tem, mas tem! ), porque depois de uma certa hora o povo bebe e de repente podia sair alguma confusão, mas, como íamos de camarote, achei que podíamos ir para ficar umas 2 horinhas, ver o DJ que queríamos e ir embora. Pois é....

Amanheceu um dia bem nublado, e, na sexta, já tinha decidido que não ia correr para não me cansar. Masssss....

Acordamos cedinho e quando dei uma olhadinha no twitter, o Danilo (@danilofriolanni) já estava saindo pra ir correr. Como o Fabio ia de qualquer jeito, resolvi me arrumar e ir pra lá, correr com os meninos, num pace bem tranquilo.

O tempo estava super favorável: nublado, começando uma chuvinha bem de leve. Encontrei o Danilo e o Edu (@Edu42k) e corremos uma volta 6k, bem tranquilos, conversando sobre o meio Iron que o Edu fez há duas semanas atrás. Depois, o Danilo parou, e fomos eu e o Edu fazer uma volta de 4km. No fim do treino começou a chover forte, mas vamos combinar: não tem coisa melhor do que correr com chuva! Quando cheguei no ponto de apoio da Good Runnig, o Fabio já estava lá e viemos pra casa.

Mesmo tendo feito só 10km, num ritmo bem leve, como a barriga está um pouco mais pesada, é meio inevitável a dor na lombar pós corrida. Dormimos aquele soninho gostoso da corrida, porque a festa começava meio-dia (mas só íamos às 15) e ia até meia-noite.

A FESTA

Nossos queridos amigos Ma e Carlão, passaram aqui umas 14:30 e chegamos na Chácara do Jóquei às 15:30. A festa não estava lotada ainda, mas os DJ´s já tinham começado a a tocar, e, meu Deussssss, como eu estava com saudade de uma boa balada!!!!

O único porém era a chuva. Apesar de estarmos no camarote, a maior parte das tendas era fora, e, na Chácara do Jóquei, quando chove, é uma lama só. Como tinha chovido a manhã toda, tinha uma laminha, mas nada que um mormacinho não secasse! rs.

E parece que São Pedro gosta mesmo de música eletrônica! kkkkkk Porque não caiu uma gota enquanto estávamos lá.

Dancei muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiito!!!! O Fabio até ficou meio preocupado, falando toda hora pra eu descansar, mas, estava me sentindo super bem, e, o mais engraçado: quando entrava uma música ou DJ que eu adoro, a Duda dançava comigo rsrsrsrsrsrs

Às 22:30, não aguentava mais!! Eu queria muito ter visto o Fat Boy inteiro, mas 7 horas pra uma grávida, de quase 7 meses, está de bom tamanho, né?

Eu sabia que o saldo hoje, domingo, ia ser uma tremeeeeeenda dor na lombar e nas pernas, mas, valeu a pena!!!!

Com o Dindo Marcelinho e meu Daddy querido!

Dindo da Duda!!!

Sissssss!!!

Nós e a Lica!!! Amei te ver!!!

Love u!!!

Antonio querido!

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

SÁBADO NA USP!

Como fazemos todos os sábados, fomos cedo pra USP correr. Agora, já não tenho mais a companhia do Fabio - rsrsrsrssr- porque já estou correndo bem mais devagar, então, não posso exigir taaaanta parceria dele,não é?! rs

Na verdade, ele começa comigo, mas no 2 km, já vai embora e eu, que odeio correr com música,fico com meu ipod, senão, enlouqueço correndo num ritmo tão devagar rsrsrsrsr

Esse sábado foi diferente, porque os twittersrun combinaram um treino conjunto lá na USP. O organizador foi o Colucci, meu "parceeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeero"que eu adoro! Só que disse pra ele: "Se formos no pace run blablabla( ou seja, pra conversar), vai ser no esquema fala que eu te escuto"kkkkkkk Definitivamente, meu fôlego não aguenta mais correr e conversar. Rs.

Combinamos às 8:00, mas o treino só começou mesmo às 9:10, até todo mundo chegar. Estavam lá a Ju ( do http://www.gravidaebipolar.blogspot.com/), o Ze, o Danilo, a linda da Yara, o Vini, o Coluci, enfim, uma galera!

Saímos num pelotão, mas no pace "blablabla", ficaram o Colucci, eu e o Vini. Gente, me diverti demais! Esses meninos são uns fofos, me acompanharam do começo ao fim, e foi diversão garantida!

Como eu não tinha corrido nenhum dia esta semana, só fizemos 7km, até porque, no final,a Duda começou a dar chutes,como que dizendo: "Vamos parar,mamãe?!" kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

PS: Vocês vão ver nas fotos: a Ju está com 2 semanas na minha frente,mas a barriga está muito maior! Mas já há quem diga que minha barriga já parece de grávida! kkkkkkkkkkkkkkkkk Gente, afinal, estou com 26 semanas, que são 6 1/2 meses!! rsrsrsrssrsr Dudinha já vai nascer musculosa, procurando espaço nessa barriga! rsrsrsrssr

Eu e a Ju!

Com a fofa da Yara!

Mamis e Papis ( e o Marcinho ao fundo! kkkkkkkk)

Twittersrun!